Pictures of Eagles

Loading...

terça-feira, 21 de julho de 2009

Como iniciar uma criação de aves

Começando uma criação...
Comecei meu criatório em 2006. Porém entre o sonho e sua realização foram 4 anos estudando, conhecendo, investindo... Muito eu li sobre dicas para montar um criatório e uso algumas fontes de informação até hoje. Dentre elas destaco positivamente o site do meu amigo Neves de Brasília (www.cantoefibra.com.br) e o site da cobrap (www.cobrap.org.br). Algumas informações importantes que tentarei juntar e resumir neste artigo podem auxiliar você a conseguir seu objetivo. Porém, prefiro a praticidade que a teoria e vou sempre direcionar o tópico a alguns exemplos reais vividos por mim ou por meus amigos. Ok? Passo obrigatório, DECIDA: O que quer criar?Se vai criar bicudos, curiós, coleiros, trincas, pixoxós... enfim, defina a espécie que mais lhe agrada. No início eu criei coleiros, gostava bastante dos danados e durante a primeira temporada como criador amador criei 12 filhotes com duas fêmeas e 1 macho. Mas logo me roubaram a melhor das criadeiras com dois filhotes e desanimei. Parti para torneios e logo adquiri um trinca ferro muito bom, não era velocista, mas mantinha média de 100 cantos toda a temporada. Nesta época eu morava numa cidade que tinha torneio todo final de semana. Me diverti bastante!Depois conheci os curiós e os bicudos, consegui iniciar um criatório de curiós, mas logo precisei mudar de estado e fui obrigado a me desfazer de quase todos eles. (tem mais detalhes desta história no site do Quinto Dia -www.quintodia.com.br). Os bicudos que eram um sonho distante pelo altíssimo valor ficaram mais próximos, pois minha situação financeira melhorou. Foi então que comecei a adquirir matrizes para um futuro criatório. Em 2003 comprei o Gengis Khan, em 2004 comprei mais umas 3 fêmeas e em 2006 o criatório ficou pronto. (tem essa história no www.quintodia.com.br)Porque falei desta minha experiência? Porque não adianta começar a criar determinada espécie se ela não for a que você realmente gosta. No meio do caminho você vai desistir, esmorecer e perder tempo. A criação deve ser encarada como um projeto de longo prazo! Para quê quer criar? Qual o objetivo do seu criatório?Desde o início pensei em como seria interessante ter um negócio que eu e minha família pudéssemos trabalhar juntos e em algo que gostássemos. Então iniciei o criatório com o claro objetivo de migrar de criador amador para comercial. Isso ainda não aconteceu por questões imperiosas relacionadas à legislação do IBAMA. Mas enquanto isso meu objetivo são os torneios de fibra, seja para bicudo, curió ou trinca ferro. Então não adianta um pássaro reunir repetição, canto, voz, andamento, blábláblá... se não for valente, guerreiro e com muita fibra nem passa perto da minha casa.Meu primeiro bicudo foi um BBB, bom-bonito-barato - Passei pra frente e esperei até poder pegar um fera... Isso é uma armadilha fatal. Foram quase dois anos até pegar o Gengis Khan. Se não possuir a característica que será objetivo do criatório não vale nem o mínimo do investimento, pois você verá que tenho razão, é perda de tempo. Após decidir o que quer criar e qual o objetivo da criação, é hora de aprender. A melhor maneira de aprender é a leitura com pesquisa de campo. Para isso são necessários internet, telefone, carro e disposição. Pesquise criadores que tenham resultado comprovado na criação da espécie desejada (mesmo objetivo que você). Ligue, mande e-mails, se apresente e fale seus objetivos. Na medida da simpatia do criador, agende uma visita. Conheça o local, faça anotações, pesquise preços, observe os pássaros e o manejo. Depois de conhecer alguns DECIDA: Posso fazer um “test drive”? Você pode estar indeciso, neste caso aconselho você a adquirir um filhote macho de um criador comercial, assim você terá o convívio com o pássaro que deseja reproduzir, praticará o manejo e não terá dor de cabeça com “burrocracia” e IBAMA, pois o animal será seu (com Nota Fiscal). Após o “test drive”, se você realmente quiser se tornar um criador você tem duas escolhas: Criador Amador – Requer que você procure o IBAMA com seus documentos pessoais, comprovante de residência dos últimos 6 meses e solicite o cadastramento como criador amador. Você receberá um boleto de R$ 30,00 para pagar e uma licença que pode durar até 1 ano, sempre sendo renovada até 31/07.Criador Comercial – Requer uma documentação muito maior, projeto, veterinário... mas o IBAMA está com tudo parado neste momento.... então por enquanto você tem somente uma opção! Após obter autorização do IBAMA para começar, você deve preparar seu criatório. O local deve ter espaço para, no mínimo, 3 vezes mais pássaros do que você acredita que vai ter, pois você com certeza vai passar deste número.Precisa também ter boa iluminação e circulação de ar. Boa opção é manter boas janelas que possam ser fechadas quando necessário e lâmpadas de espectro Ultra Violeta para simulação de luz solar.A utilização de prateleiras é muito boa opção pois as gaiolas ficam lado a lado e facilmente inserimos a divisória para que as matrizes e galadores não se vejam. Outro ponto muito importante é qual gaiola utilizar. Não compre aos poucos, tente fechar um pacote do mesmo fabricante pois a padronização ajuda e muito o manejo diário. As paredes do criatório podem ser pintadas de branco usando CAL o que auxilia na higiene. O piso um azulejo branco para facilitar limpeza, também é bom que existam ralos para a tarefa de limpeza com água. Muito bom que exista fonte de água para limpeza de potes e comedouros (tanque ou pia) dentro do criatório, assim como fonte de água filtrada ou mineral para fornecimento aos pássaros. É importante local para deixar de molho em solução de cloro para total higienização dos utensílios. O ideal é ter 3 vezes mais comedouros, potinhos e bebedouros do que utilizamos no dia-a-dia. Assim um fica em uso, o outro em processo de limpeza (lavagem e molho) e o outro seco e pronto para utilizar. Na prática, é muito difícil seguir todos estes passos e atropelamos adquirindo as primeiras matrizes. Mas se você tem paciência em sua lista de virtudes, siga estes passos. Outras dicas: Se você não gosta de internet, procure um clube sério para te representar perante o IBAMA.Se você não gosta de burocracia, procure um clube sério para te representar perante o IBAMA.Se você não gosta de rotina, desista de ser um criador. Pois você não terá sucesso sem seguir uma rotina diária. Porque deixei passar o assunto para no final falar de rotina no tópico outras dicas??? Porque se você quer reproduzir determinada espécie, suas fêmeas precisam de rotina. Diária, ininterrupta e disciplinada.Porque se você quer ser campeão em torneios, seu pássaro de competição precisa de rotina de exercício, treino, passeio e descanso para se destacar.Em resumo, se você busca alto desempenho de seus pássaros na reprodução ou na competição, rotina é fundamental.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Ocorreu um erro neste gadget

Quem sou eu

Minha foto
A Iniciativa IPAMA surgiu da necessidade de se agir pelo meio ambiente, sem esperar a ação de outros e sim sua própria iniciativa.
Ocorreu um erro neste gadget